, ,

Genética e ambiente: suas relativas contribuições na área craniofacial. A era da precisão genômica


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 12 – Número 45 – 2019 Artigo de revisão | Review article Página 95-100 Genética e ambiente: suas relativas contribuições na área craniofacial. A era da precisão genômica Genetics and environment: their relative contributions to the craniofacial field. The genomic precision era Marinho Del Santo Jr.1 Resumo Este artigo visa apresentar as possibilidades de avanço científico na área de Biologia Craniofacial e Ortodontia, baseadas no conhecimento genômico de cada paciente. Através de revisão de literatura via PubMed e Google Acadêmico, identificou-se os melhores artigos, descritivos e experimentais, nas áreas relacionadas. Dessa seleção, 30 artigos foram revisados e discutidos. A Ortodontia, ao longo de aproximadamente 130 anos como especialidade clínica odontológica, tem apresentado diferentes leituras sobre o papel da hereditariedade e de influências ambientais e funcionais em crescimento e desenvolvimento craniofaciais, desde a era da indefinição, entre 1900 e 1930, predomínio da visão genética, entre 1930 e 1970, conjunção de fatores genéticos e ambientais desde 1970, até a era genômica a partir dos anos 2000. Avanços na área de Genética e de Computação possibilitaram resultados e interpretações mais consistentes. Concluiu-se que a modelagem morfofuncional, resultante da interação entre genética e ambiente, é muito mais complexa do que antes postulado. No futuro, os profissionais clínicos potencialmente terão acesso a informações genômicas que possibilitarão melhor prevenção, diagnóstico e prognóstico de deformidades craniofaciais e más oclusões. Descritores: Genoma, Ortodontia, meio ambiente. Abstract This article aims to present possible scientific advancements in the Craniofacial Biology and Orthodontics fields, based in the genomic assessment of each patient. A review of the literature was conducted using PubMed and Google Academics, and the best descriptive and experimental studies in the related fields were identified. From this selection, 30 papers were revised and discussed. Orthodontics, throughout approximately 130 years of its existence as a dental clinical specialty, has presented diverse approaches about the role of heritability and environmental and functional influences on craniofacial growth and development, from the reticent era between 1900 and 1930, dominance of the genetic point of view, between 1930 and 1970, interaction of genetic and environmental factors since the 1970´s, until the genomic era in the 2000´s. Advancements in the fields of Genetics and Computer Programming have allowed more consistent results and interpretations. It was concluded that morphologic-functional modeling, resulting from the interaction between genetics and environment, is much more complex than it was once presented. In the future, clinical professionals will potentially get access to genomic information, which will improve prevention, diagnosis and prognosis of craniofacial deformities and malocclusions. Descriptors: Genome, Orthodontics, environment. 1 Master of Science in Orthodontics – Baylor College of Dentistry – Texas A&M University System, Diplomate of the American Board of Orthodontists, Certificado pelo Board Brasileiro de Ortodontia.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Genética e ambiente: suas relativas contribuições na área craniofacial. A era da precisão genômica"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close