Atividade antimicrobiana residual de pastas à base de hidróxido de cálcio e associações como medicação intracana


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Resumo
A resistência do biofilme endodôntico pode requerer um período maior de permanência
da medicação intracanal a fim de prolongar sua ação antimicrobiana. O objetivo deste estudo
foi avaliar a ação antimicrobiana residual das medicações intracanal: G1) hidróxido de cálcio +
soro; G2) Calen; G3) Calen + PMCC; G4) Calen + clorexidina 0,4% e G5) clorexidina gel 2%
frente à Enterococcus faecalis, Candida albicans, Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus
aureus e Kocuria rhizophila em 60 canais radiculares bovinos. Os canais radiculares foram
instrumentados e preenchidos com as medicações intracanal, as quais foram removidas após
os períodos experimentais (15, 30, 60 e 90 dias) e empregadas na técnica de difusão em ágar.
Os halos de inibição foram evidenciados por gel de TTC e então mensurados. Os dados de
halos de inibição foram submetidos à análise estatística dos testes Kruskall-Wallis e Dunn, com
nível de significância de 5%. O Ca(OH)2 + soro apresentou efeito até o período de 15 dias.
A pasta Calen demonstrou efeito residual aos 60 dias frente ao S. aureus, enquanto Calen/
PMCC até o período de 90 dias frente à S. aureus e K. rhizophila e aos 30 dias para E. faecalis.
A pasta Calen associado à clorexidina foi efetiva frente à E. faecalis até o período de 60 dias.
A clorexidina gel 2% apresentou ação residual em todos os períodos, com exceção de E. faecalis aos 90 dias, também apresentou atividade antimicrobiana mais prolongada, seguido das
associações do hidróxido de cálcio com clorexidina e PMCC.
Descritores: Endodontia, cavidade pulpar, cimentos dentários.

Categoria:

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Atividade antimicrobiana residual de pastas à base de hidróxido de cálcio e associações como medicação intracana"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close