, ,

Uso de propulsor mandibular fixo Flex Developer como recurso no tratamento da Classe II em paciente não colaborador


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 13 – Número 52 – 2020

Relato de caso

Página 40-51
Uso de propulsor mandibular fixo Flex Developer como recurso no tratamento da Classe II em paciente não colaborador

Renato Barcellos Rédua¹

Resumo
A má oclusão de Classe II apresenta alta incidência na população, podendo comprometer a estética do sorriso, função e estabilidade da oclusão, enquanto a Classe II esquelética pode resultar no comprometimento da estética facial e no volume da via aérea superior do indivíduo. A má oclusão de Classe II rotineiramente está associada à condição de Classe II esquelética, tendo como alternativas de tratamento o uso de Aparelho Extra Bucal (AEB) ou propulsores mandibulares removíveis ou fixos. Neste artigo é descrito relato de caso de paciente que não aceitou uso de AEB e foi então adaptado propulsor mandibular fixo do tipo Flex Developer, para correção da Classe II, e discutidas as vantagens e desvantagens das propostas terapêuticas para correção da Classe II.

Descritores: Má oclusão, Má Oclusão de Angle Classe II, aparelhos ortodônticos, crescimento fixo.

¹ Faculdade Multivix – Departamento de Clínica Odontológica – Vitória-ES.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Uso de propulsor mandibular fixo Flex Developer como recurso no tratamento da Classe II em paciente não colaborador"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close