, ,

Maxilas atróficas: reconstrução óssea utilizando osso autógeno particulado, biomaterial e malha de titânio associado ao plasma rico em fibrina – relato de caso


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Resumo
Os resultados clinicamente favoráveis obtidos nas reabilitações implantossuportadas estão fortemente associados à disponibilidade óssea dos rebordos a serem reabilitados. Diversas técnicas têm sido descritas para aumentar o volume e altura óssea alveolar, incluindo
a regeneração óssea guiada com base na utilização de membranas reforçadas com titânio
que visam melhorias na manutenção dos espaços, na obtenção do ganho ósseo vertical e
horizontal em rebordos edêntulos atróficos. Objetivo: Este artigo propôs o relato de um caso
clínico de aumento de volume ósseo de maxila total, por meio da associação de 1:1 de osso
autógeno particulado com beta tricálcio fosfato e uma malha de titânio, com o objetivo de
reter o material de preenchimento. Conclusão: Com base na literatura e no resultado obtido
nesse trabalho, pode-se concluir que o uso da malha de titânio com enxerto ósseo autógeno
e biomaterial associado ao Plasma Rico em Fibrina, pode ser considerado uma alternativa
promissora para a reabilitação de maxilas atróficas.
Descritores: Titânio, transplante ósseo, maxila, implantes dentários, regeneração óssea.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Maxilas atróficas: reconstrução óssea utilizando osso autógeno particulado, biomaterial e malha de titânio associado ao plasma rico em fibrina – relato de caso"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close