, ,

Há diferença entre as alterações na amplitude da cavidade nasal após expansão maxilar rápida e lenta?


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 13 – Número 50 – 2020 Artigo Original Página 89-96 Há diferença entre as alterações na amplitude da cavidade nasal após expansão maxilar rápida e lenta? Ana Helena Machado1 Juliana da Silva Pereira Andriani2 Helder Baldi Jacob3 Mariane Cardoso4 Gerson Luiz Ulema Ribeiro5 Resumo Introdução: O objetivo deste estudo clínico retrospectivo foi verificar os efeitos da Expansão Maxilar Rápida (EMR) e Expansão Maxilar Lenta (EML) na cavidade nasal e seio maxilar em pacientes com dentição mista, por meio de Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico (TCFC). Material e Métodos: Trinta e nove crianças entre 7 e 10 anos foram divididas em dois grupos: EMR (n=20) e EML (n=19). Ambos os grupos tiveram a mesma quantidade de expansão maxilar (8mm), mas com diferentes protocolos (EMR=0.4mm/dia, EML=0.4mm/semana). Três diferentes áreas da cavidade nasal foram avaliadas: Anterior (CNA), Intermediária (CNI) e Posterior (CNP), bem como o seio maxilar na região mais anterior (SN). As alterações em cada grupo foram avaliadas através do test t pareado. Teste t student foi utilizado para verificar a diferença entre os grupos. O teste de Scheffé post hoc e ANOVA two-way foram utilizados para comparações múltiplas dentro de cada grupo. Resultados: A expansão maxilar promoveu aumento da largura da cavidade nasal nos dois grupos. Embora não significativa, a cavidade nasal apresentou maiores expansões de anterior para posterior (CNA= 2.23mm, CNI=1.73mm e CNP=1.54mm) no grupo EMR. Nenhum dos dois grupos apresentaram alterações significativas na amplitude do seio maxilar. Conclusões: A expansão maxilar promove aumento na amplitude da cavidade nasal na expansão maxilar rápida e lenta. Descritores: Técnica de expansão palatina, dentição mista, cavidade nasal, seio maxilar. 1 Especialista em Ortodontia – UFSC. 2 Mestre em Ortodontia – UFSC, Discente do Programa de Pós-graduação em Odontologia – UFSC. 3 Mestre e Doutor – UNESP Araraquara, Assistant Professor – Department of Orthodontics UTHealth – The University of Texas Health Science Center at Houston. 4 Mestre e Doutora em Odontopediatria – UFSC, Pós-Doutorado/FOB-USP, Professora Associada 1 do Departamento de Odontologia – UFSC. 5 Mestre e Doutor em Odontologia – UFRJ, Professor Associado do Departamento de Odontologia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Há diferença entre as alterações na amplitude da cavidade nasal após expansão maxilar rápida e lenta?"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close