, ,

Eficácia polissonográfica de um aparelho intraoral semiflexível em pacientes apneicos resistentes ao CPAP – estudo preliminar


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 13 – Número 52 – 2020

Artigo Original

Página 88-95
Eficácia polissonográfica de um aparelho intraoral semiflexível em pacientes apneicos resistentes ao CPAP – estudo preliminar

Marcelo de Melo Quintela¹
Leticia Cristina Cidreira Boaro¹
William Cunha Brandt¹
Márcia Hiromi Tanaka¹
Caio Vinicius Gonçalvez Roman Torres¹
Wilson Roberto Sendyk¹

Resumo
INTRODUÇÃO: Os aparelhos intraorais (AIO) possuem indicação para tratamento da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) inclusive em pacientes com baixa adesão ao CPAP. A polissonografia com o AIO pode confirmar benefício terapêutico. MÉTODOS: Compararam-se os resultados polissonográficos de um AIO semiflexível em pacientes sob uso inadequado do CPAP por meio de estudo-piloto retrospectivo, incluindo 17 pacientes (11 homens e 6 mulheres) com 53,7 +- 7,8 anos, IMC de 27,5 +- 4,1kg/m2 e índice de apneia- -hipopneia basal (IAH) de 35,0 +- 19,8/h. Confirmados o uso inadequado ou recusa do CPAP, os pacientes receberam um aparelho com propulsão semiflexível (A-QUALITY) e, após titulação completa, novas polissonografias foram comparadas aos registros basais e com CPAP. Utilizou-se ANOVA para medidas repetidas e post-hoc Bonferroni (p < 0,05). RESULTADOS: Houve redução semelhante no IAH com AIO (7,7 +- 1,7/h) e CPAP (6,1 +- 1,6/h), ambos comparados ao basal (p < 0,001). O índice de dessaturação de O2 foi reduzido com AIO (2,4 +- 0,6/h) e CPAP (1,3 +- 0,6/h), ambos comparados ao basal (15,7 +- 3,8), (p <0,001). O índice de despertares também foi minimizado com AIO (7,2 +- 1,9/h) e CPAP (4,2 +- 0,7/h), ambos comparados ao basal (18,9 +- 5,3), (p<0,001). A eficiência do sono foi maior com o AIO comparado ao CPAP (87,2 +- 2,1 x 75,6 +- 3,9) (p<0,05). CONCLUSÃO: O tratamento com o aparelho selecionado resultou em melhora nos registros polissonográficos nessa amostra e pode ser indicado como alternativa ao CPAP em pacientes subtratados.

Descritores: Desenho de aparelho ortodôntico, apneia obstrutiva do sono, polissonografia, avanço mandibular, pressão positiva contínua nas vias aéreas.

¹ Doutorado Acadêmico em Odontologia – Universidade Santo Amaro UNISA, Pós-Graduação em Ortodontia – Universidade Metropolitana de Santos UNIMES.
² Doutorado Acadêmico em Odontologia – Universidade Santo Amaro UNISA.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Eficácia polissonográfica de um aparelho intraoral semiflexível em pacientes apneicos resistentes ao CPAP – estudo preliminar"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close