, ,

Denervação muscular química com toxina botulínica A: Técnica do Ponto Motor – a ciência por trás do protocolo – Parte 1


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 3 – Número 10 – 2022 Protocolo Página 68-78 Denervação muscular química com toxina botulínica A: Técnica do Ponto Motor – a ciência por trás do protocolo – Parte 1 Marco Antonio Matrone1 Marcelo Alfredo Maqueda2 Jorge Diaz Cortes3 Patricia Oyole4 João Milanez Moreira Júnior5 Marília Capelli Barca6 Taynan Rodrigues Matrone7 Marcia Maria Gomes

 

RESUMO
A Toxina Botulínica tipo A (TBA), utilizada em diversos protocolos terapêuticos, funcionais e estéticos,
tem despertado uma atenção cada vez maior entre os profissionais nas diversas especialidades
devidamente regulamentadas para sua utilização. Como consequência desse cenário multidisciplinar
da saúde, uma rica oferta de protocolos é colocada no dia a dia da harmonização orofacial (HOF) e
inclui não só variações na escolha do tipo, família e marca da toxina, como nos protocolos envolvendo
o número de pontuações, número de unidades (U) do composto tóxico, veículo e volume do mesmo
para sua reconstituição, locais e técnicas de aplicação, e materiais para realização do procedimento,
gerando assim dúvidas na escolha do melhor para a aplicação terapêutica a ser realizada. A Denervação
Muscular Química pela Técnica do Ponto Motor (DMQpTPM), ou simplesmente Técnica do Ponto Motor
(TPM), tem como respaldo para sua execução a releitura das ciências básicas, tais como: anatomia,
farmacologia, farmacodinâmica, fisiologia da transmissão nervosa e fisiologia da contração muscular;
e de posse dessa nova interpretação bibliográfica, apresentar o protocolo desenvolvido pelos autores
para a aplicação da TBA na TPM, recomendando uma nova visão sobre a escolha do local anatômico
de aplicação, bem como a redução das doses em unidades de toxina e no número de injeções ou pontuações.
Esse benefício à saúde se deve ao emprego de um instrumento desenvolvido pelo professor
Dr. Marco Matrone para detecção do local exato da aplicação da TBA, o Ponto Motor (PM). Definido
como estrutura anatômica, o PM corresponde ao local onde o nervo adentra no músculo e a aplicação
da TBA diretamente sobre ele resulta em um procedimento terapêutico estético funcional com melhor
custo-benefício, conforto, segurança, excelentes resultados comprovados e com durabilidade maior
e ação inicial mais rápida do que a exposta na literatura sobre a técnica convencional. Portanto, para
maior compreensão e esclarecimento o presente trabalho foi dividido em dois artigos.
Descritores: Denervação muscular química, toxina botulínica, transmissão nervosa, sinapse, SNAP25,
unidades, reconstituição, ponto motor.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Denervação muscular química com toxina botulínica A: Técnica do Ponto Motor – a ciência por trás do protocolo – Parte 1"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close