, ,

Correlação entre maturação de vértebras cervicais e mineralização do segundo molar inferior permanente


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Resumo
Os tratamentos precoces em Ortodontia cada
vez mais apresentam maior relevância, pois trazem
grandes benefícios aos pacientes, seja corrigindo
discrepâncias ou minimizando problemas
futuros. Para tal intuito, é necessário saber em
que grau de maturação esquelética o indivíduo se
encontra, pois já que a idade cronológica não é
um parâmetro confiável. O presente estudo buscou
a correlação entre dois métodos: o estágio
de maturação de vértebras cervicais e o grau de
mineralização do segundo molar inferior permanente,
para determinar o grau de maturação esquelética.
A amostra constou de 86 radiografias
panorâmicas e 86 telerradiografias da cabeça em
norma lateral, e foi dividida em 5 grupos com 18
exames em cada um. Através do teste estatístico
de Spearman, os resultados mostraram correlação
positiva em todos os grupos. Com base nesses
dados, foi possível concluir que a utilização
dos métodos, em conjunto, é eficaz na predição
da maturação esquelética, podendo esse tipo de
correlação ser utilizado rotineiramente na clínica
Ortodôntica, sem necessidade de solicitação de
exames complementares adicionais.
Descritores: Vértebras cervicais, exames complementares,
desenvolvimento humano, idade
dentária, diagnóstico ortodôntico e tratamento
precoce.
Abstract
Early orthodontic treatments are increasingly
considered more and more important,
essentially because they bring great benefits
to patients, either by correcting discrepancies
or minimizing future problems. Achieving
desired objectives in early treatment is
necessary to know that skeletal chronological
age is not a reliable parameter. The study attempted
correlation between both methods,
the maturation of cervical vertebrae and the
mineralization degree of the second permanent
molar to determine degree of skeletal
maturation. The sample was composed by 86
panoramic x-rays, and 86 lateral cephalometric
radiographs, divided into five groups with
18 individuals each. Through Spearman Statistical
Analysis, the results showed positive
correlation in all groups, concluding that the
use of methods together is effective for the
prediction of skeletal maturation and may be
used routinely in orthodontic clinic, without
further exams.
Descriptors: Cervical vertebrae complement
exams, human development, dental age, orthodontic
diagnosis, early treatment.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Correlação entre maturação de vértebras cervicais e mineralização do segundo molar inferior permanente"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close