, ,

Citotoxicidade de luvas de procedimentos em látex Supermax®


R$56,00

  Perguntas e Respostas

O objetivo foi avaliar a citotoxicidade de luvas de procedimento em látex. Foram avaliados três diferentes
tipos de luvas de procedimento divididos em três grupos assim denominados: 1 (Supermax®),
2 (Supermax -Powder Free®) e 3 (Supermax-Microtexturizado®). Utilizou-se 3 grupos controle: positivo
(C+) detergente celular Tween 80, negativo (C-) PBS, e controle de célula (CC) cujas não foram
expostas a nenhum material. Após confecção dos corpos de prova, os mesmos foram imersos em meio
mínimo essencial Eagle (MEM) por 24 hrs. Passado esse período procedeu-se a remoção do sobrenadante
e colocação em contato com os fibroblastos L929. Após contato com o meio, as células foram
incubadas por mais 15, 30 e 60 minutos, então foram adicionados 100μl do corante vermelho neutro a
0,01%. Uma vez coradas, as mesmas foram fixadas com formoaldeido e então realizada contagem de
células viáveis em espectrofotômetro (BioTek, Winooski, Vermont, USA). Os valores da quantidade de
células viáveis, foram submetidos à análise de variância (ANOVA) para determinar se havia diferenças
estatísticas entre os grupos, e posteriormente ao teste de Tukey (p<0.05). Nos tempos de 15, 30 e 60
minutos os grupos 1 e 3 foram os que demonstraram maior quantidade de células viáveis respectivamente.
Com 1 hora de contato todos os grupos demonstraram alta toxicidade celular quando comparado
aos C- e CC. Todas as luvas foram citotóxicas nos tempos avaliados. A toxicidade aumentou com
o aumento de contato das células.
Descritores: Fibroblastos, luvas cirúrgicas, técnicas de cultura de células.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Citotoxicidade de luvas de procedimentos em látex Supermax®"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close