, ,

Avaliação “In Vitro”da Liberação de Íons de Níquel Provenientes de Bráquetes Ortodônticos da Técnica Lingual


R$56,00

  Perguntas e Respostas

As alergias relatadas em estudos na área odontológica são geralmente as do tipo de reações
de hipersensibilidade tardia, estimuladas especialmente por materiais dentários, particularmente
o níquel. As ligas metálicas contendo níquel são largamente utilizadas nos tratamentos
ortodônticos, e todos esses acessórios podem induzir a reações na pele e na mucosa, através de
inflamação. Diversos trabalhos têm pesquisado a corrosão dos bráquetes labiais, determinando
os níveis de liberação de níquel em soluções de corrosão (in vitro). Com isso, nos últimos anos
tem ocorrido um dinâmico desenvolvimento tecnológico e encontramos diversos fabricantes de
bráquetes níquel-free. Esse trabalho tem como objetivo mostrar os níveis de liberação de níquel
dos bráquetes linguais em um estudo in vitro. Para isso, foram imersos em solução salina seis
grupos de bráquetes linguais de diferentes fabricantes e tipos. Os resultados mostraram que os
ensaios de corrosões dos grupos estudados apresentaram diferentes níveis de concentração.
Também foram realizadas imagens em microscopia eletrônica de varredura dos bráquetes envolvidos
nesse estudo, diferenciando-os quanto aos aspectos erosivos da corrosão. Com isso,
temos ainda o objetivo de alertar os fabricantes de bráquetes linguais em investir em materiais
mais biocompatíveis.
Descritores: Ortodontia, bráquetes, corrosão, biodegradação, níquel.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Avaliação “In Vitro”da Liberação de Íons de Níquel Provenientes de Bráquetes Ortodônticos da Técnica Lingual"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close