, ,

Avaliação in vitro da penetração de corante em dentes submetidos ao clareamento dental com peróxido de hidrogênio 35%


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Dentes brancos são requisitos importantes para um belo sorriso e uma das formas para
conseguir isso é através do clareamento dental. No entanto, a técnica de clareamento pode
aumentar a permeabilidade do esmalte. Este estudo teve como objetivo verificar a penetração
do corante nos dentes através de um processo de branqueamento com peróxido de
hidrogênio a 35%, Total Blank Office® (DFL). Foram utilizados 41 dentes humanos e divididos
em 03 grupos experimentais. O G1 foi o grupo controle, no qual foi submetido apenas
ao corante azul de metileno a 0,5%. O grupo G2 foi clareado com peróxido de hidrogênio
35% e, em seguida, foi imerso em solução de azul de metileno a 0,5%. O grupo G3 foi
clareado com peróxido de hidrogênio 35% e foi imerso em saliva artificial antes de ser mergulhado
na solução de azul de metileno a 0,5%. Todos os dentes foram cortados longitudinalmente
e avaliados com lupa estereoscópica. A penetração do corante em cada dente foi
verificada usando uma escala numérica que representava a profundidade de penetração do
corante no dente. Os resultados mostraram que a saliva desempenha um papel positivo para
reduzir a permeabilidade do esmalte durante o branqueamento e os dentes que não foram
expostos à saliva artificial mostrou uma penetração maior do corante. Foi concluído que o
clareamento dental com peróxido de hidrogênio 35% aumentou a penetração do corante
no esmalte dentário e a saliva mostrou um efeito positivo para minimizar essa penetração.
Descritores: Permeabilidade dentária, clareamento dental, corantes.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Avaliação in vitro da penetração de corante em dentes submetidos ao clareamento dental com peróxido de hidrogênio 35%"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close