, ,

Tratamento ortodôntico e ortopédico da mordida cruzada posterior


R$56,00

  Perguntas e Respostas

O presente estudo teve como objetivo revisar os trabalhos no que se diz respeito ao tratamento da mordida cruzada posterior e apresentar um caso clínico de uma paciente com
mordida cruzada posterior e anterior tratada com disjuntor de Haas e máscara facial. Com
uma estimativa de 8% a 23,5%, a mordida cruzada posterior é a má oclusão de maior frequência na clínica, sendo que estes números são similares tanto na dentição decídua quanto
na permanente. Os fatores etiológicos podem ser hábitos viciosos, problemas respiratórios,
interferências oclusais, más formações congênitas, entre outros, podendo agir isolados ou em
conjunto. O tratamento deste tipo de má oclusão exige, além de um conhecimento do profissional para definir qual a melhor terapêutica de acordo com a idade do paciente, um diagnóstico minucioso por diversos meios preconizados como análise clínica, modelos de estudo,
telerradiografias em norma lateral e frontal, auxiliando o clínico na elaboração de um plano
de tratamento adequado e, como consequência, levando a um prognóstico mais favorável
desta má oclusão. A expansão rápida da maxila ou disjunção, além de corrigir a deficiência
transversa da maxila, proporciona diversas mudanças na oclusão como expansão indireta do
arco inferior, melhora na estética do sorriso e auxílio no tratamento de Classe II. O tratamento
deve ser realizado, preferencialmente, na dentadura decídua.
Descritores: Disjunção, expansão rápida da maxila, mordida cruzada posterior

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Tratamento ortodôntico e ortopédico da mordida cruzada posterior"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close