, ,

Reconstrução de maxila atrófica com enxerto proveniente de calota craniana para posterior reabilitação com implantes dentários – relato de caso


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Resumo
A atrofia maxilomandibular é uma condição que se desenvolve com o passar do tempo
devido à perda precoce dos dentes, uso de próteses mal adaptadas, traumas, entre outros. É
caracterizada pela reabsorção óssea severa da mandíbula e/ou maxila, com algumas consequências como falta de adaptação de próteses, deficiência mastigatória, fonética, estética e,
principalmente, psicológica. Ao longo do tempo foram desenvolvidos diversos procedimentos
e técnicas para solucionar esses problemas, dentre os quais destaca-se a realização de enxertias ósseas otimizando a instalação de implantes. Este trabalho tem por objetivo demonstrar a
viabilidade do enxerto autógeno proveniente de calota craniana nas reconstruções maxilares
através da apresentação de um relato de caso clínico, de paciente com a maxila severamente
reabsorvida cujo tratamento foi realizado através dessa técnica com posterior reabilitação
com implantes dentários. A enxertia óssea proveniente de calota craniana é uma alternativa
viável pois apresenta pouca morbidade pós-operatória, com retorno rápido do paciente para
suas atividades, pequena reabsorção óssea durante período de cicatrização, possibilidade de
grande quantidade doadora de tecido ósseo e pouco índice de complicações pós-cirúrgicas.
Descritores: Transplante ósseo, transplante autólogo, aumento do rebordo alveolar, implantes dentários, crânio.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Reconstrução de maxila atrófica com enxerto proveniente de calota craniana para posterior reabilitação com implantes dentários – relato de caso"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close