, ,

Como distalizar o primeiro molar superior permanente na dentição mista ancorado em disjuntor palatal?


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 15 – Número 57 – 2022 Coluna Point of View Página 15-18 Como distalizar o primeiro molar superior permanente na dentição mista ancorado em disjuntor palatal? Ivan Toshio Maruo1 Armando Yukio Saga1 Ivan Pedro Taffarel2 Mohamad Jamal Bark3 Orlando Tanaka4 Introdução Os procedimentos ortodônticos interceptativos, quando corretamente indicados, podem trazer impactos positivos aos pacientes¹. A expansão rápida da maxila (ERM) é um procedimento ortodôntico interceptativo rotineiramente utilizado por possuir várias indicações². Haas³ descreveu que os efeitos da ERM são previsíveis: abertura da sutura palatina mediana e de diastema entre os incisivos centrais superiores; expansão do arco dentário e aumento na capacidade intranasal; bem como movimento para frente e para baixo da maxila associado a movimento para baixo e para trás da mandíbula. Este último efeito diminuiria o comprimento efetivo da mandíbula e aumentaria a dimensão vertical do terço inferior da face, podendo piorar as Classes II esqueléticas. Todavia, estudos demonstraram que a ERM realizada em dentição mista promoveria efeito favorável nas más oclusões Classes II e topo-a-topo4 e redução no ANB por avanço da mandíbula estatisticamente significante e avanço da maxila não estatisticamente significante5. Quando não há a correção espontânea da Classe II após a ERM, uma alternativa utilizada é a associação com o uso de Aparelho Extrabucal (AEB) de puxada cervical6 ou puxada combinada7. Outra forma de intervenção da Classe II, que independe da realização de ERM, é a da técnica das forças direcionais de Tweed-Merrifield8 , que possui conceitos importantes para maximizar efeitos desejados e controlar efeitos colaterais: a movimentação dentária sequencial e/ou individual, obtida após preparo de ancoragem. Para evitar, ou pelo menos minimizar, a necessidade do uso do AEB, o presente artigo baseou-se nos conceitos de ancoragem e movimentação dentária sequencial e/ou individual da técnica das forças direcionais de Tweed-Merrifield8 . Uma vez que a ERM é ancorada em disjuntor palatal, que é rígido, desenvolveu-se a presente técnica para promover a distalização individual dos primeiros molares ancorada neste aparelho. Portanto, este Point Of View tem o objetivo de ilustrar 3 más oclusões em que os primeiros molares superiores permanentes foram distalizados ancorados no expansor palatal. 1 Mestre e Doutor em Odontologia (Ortodontia) – PUCPR, Diplomado pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial. 2 Especialista em Ortodontia, Diplomado pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial. 3 Especialista em Implantodontia – Centro Universitário Avantis, Pós-graduado em Odontologia Hospitalar – Instituto Israelita de Ensino Albert Einstein, Especializando em Ortodontia – PUCPR. 4 Professor Titular – PPGO – PUCPR, Diplomado pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial, Escola de Ciências da Vida.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Como distalizar o primeiro molar superior permanente na dentição mista ancorado em disjuntor palatal?"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close