, ,

Intrusão de primeiro molar superior com mini-implante simples e arco transpalatino


R$56,00

  Perguntas e Respostas

A extrusão de molares superiores é comum em pacientes adultos, causada especialmente pela perda prematura
de molares inferiores. Tradicionalmente, a intrusão, e correção destes dentes, é feita utilizando aparatologia fixa total.
Contudo, com o advento da ancoragem esquelética, o clínico dispõe de uma forma mais simples e eficiente para
intrusão dentária. Neste artigo, os autores descrevem o caso clínico de uma paciente de 27 anos que apresentava
extrusão do segundo pré-molar superior direito e do primeiro molar superior direito, devido à ausência do segundo
pré-molar, primeiro molar e segundo molar inferiores. A paciente apresentava Classe I nos caninos em ambos os lados
e, ainda, sobressaliência e sobremordida de 2 mm. Para intrusão do primeiro molar e do segundo pré-molar superior
direito foi utilizada uma barra palatina soldada, passiva e com um apoio oclusal sobre o segundo pré-molar. A barra foi
confeccionada a certa distância do palato. Um tubo vestibular foi soldado a banda do molar. No pré-molar, foi colado
um bráquete slot .018” e ambos serviram para a passagem de um fio de aço .016” x .022” segmentado. Na junção
mucogengival entre o segundo pré-molar e o primeiro molar superior direito, foi inserido um mini-implante. A aplicação
de forças intrusivas ocorreu por meio de molas fechadas de níquel-titânio e cadeias elásticas, do arco segmentado ao
mini-implante. Esse sistema promoveu uma quantidade significativa de intrusão do molar, com mínimo de desconforto
ao paciente e por um custo bastante reduzido.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Intrusão de primeiro molar superior com mini-implante simples e arco transpalatino"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close