, ,

Estudo clínico e laboratorial do percentual de degradação das forças geradas por elastômeros em cadeia


R$56,00

  Perguntas e Respostas

São objetivos deste trabalho avaliar clínica e laboratorialmente a intensidade das forças
liberadas por elastômeros em cadeia pré-estirados. A intensidade e o percentual de degradação das forças elásticas liberadas por duas marcas de elastômeros em cadeia (3M – 3MU e
American Orthodontics – AO) foram avaliadas em solução de saliva artificial e no meio bucal.
As forças liberadas durante a realização do experimento foram quantificadas através de uma
máquina de ensaios de tração (EMIC). Todos os grupos apresentaram forças menores geradas
pelos elastômeros em três semanas, quando comparadas com as respectivas forças iniciais.
Houve uma grande variação das médias apresentadas em relação aos períodos de tempo
intermediários avaliados para os dois meios e para as duas marcas testadas. No final de um
período de 3 semanas, os valores médios das forças geradas pelos elastômeros da marca AO
foram mais elevados do que os gerados por elastômeros da marca 3MU. Após o período de
3 semanas ambas as marcas de elastômeros geraram forças suficientes para produzir o movimento dentário.
Descritores: Ortodontia, elastômeros, resistência à tração.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Estudo clínico e laboratorial do percentual de degradação das forças geradas por elastômeros em cadeia"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close