, ,

Estudo clínico comparativo randomizado dos efeitos do ativador de Rossi no tratamento da Classe II em pacientes pré adolescentes


R$56,00

  Perguntas e Respostas

A proposição desta investigação foi avaliar cefalometricamente as mudanças dentoesqueléticas produzidas pelo aparelho ortopédico funcional, denominado ativador de Rossi, em uma
amostra de 25 crianças com Classe II divisão primeira. O grupo foi composto de 25 pré-adolescentes com má oclusão de Classe II divisão 1 por deficiência de crescimento mandibular, sendo
17 meninas e 8 meninos (n1=25), enquanto o grupo controle tinha 15 meninas e 10 meninos
(n2=25). A média de idade dos grupos foi de 9,1 anos e o tempo de tratamento variou entre 6
e 15 meses. Seguindo os critérios de inclusão, foram selecionados os pacientes que estavam nos
estágios CVMS I e II, Classe II de Angle, sobressaliência maior que 5 mm e mandíbula curta. RX
laterais foram obtidos no início e término do tratamento. A análise estatística calculou as médias
e desvios padrão das variáveis cefalométricas e o teste “t” de Student foi usado para verificar as
diferenças nas variações das médias entre os grupos. O intervalo de confiança foi determinado
em 0.05 (*), 0.01 (**) e 0.001 (***). Os resultados indicam que o crescimento mandibular foi,
em média, 4,2 mm maior que no grupo controle, em um período de 14 meses de tratamento. A
correção da sobressaliência no grupo tratado deveu-se aos efeitos dentoalveolares e a mudança
na posição e na magnitude do crescimento da mandíbula e do terço médio da face. O aparelho
em questão pode ser considerado como uma alternativa para o tratamento precoce da má oclusão de Classe II divisão 1 por deficiência mandibular porque ocorreram significativas diferenças
na maioria das variáveis estudadas entre ambos os grupos.
Descritores: Ortodontia interceptora, má oclusão, aparelhos ortodônticos funcionais.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Estudo clínico comparativo randomizado dos efeitos do ativador de Rossi no tratamento da Classe II em pacientes pré adolescentes"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close