, ,

Epidemiologia do Padrão Face Longa em escolares do ensino fundamental do município de Bauru-SP: considerando o dimorfismo sexual.


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Resumo
Objetivo: Investigar o dimorfismo sexual na
prevalência dos indivíduos portadores de comprometimento
vertical nas relações faciais por
excesso (conforme a severidade da discrepância)
e, especialmente, dos portadores de Padrão Face
Longa. Métodos: A amostra constou de 5020
sujeitos de etnia brasileira, sendo 2480 (49,40%)
do sexo feminino e 2540 (50,60%) do sexo masculino,
matriculados no Ensino Fundamental (5º
a 8º séries) no município de Bauru, SP, independentemente
do estágio oclusal ou raça. Durante
avaliação, procurou-se classificar, considerando
a severidade, em três subtipos: moderado, médio
e grave. Para a determinação da prevalência
dos portadores de Padrão Face Longa, apenas
os indivíduos classificados como subtipos médio
e grave foram considerados. Além da estatística
descritiva, utilizou-se o teste Qui-quadrado (X2)
para comparação das frequências dos indivíduos
portadores de comprometimento vertical nas
relações faciais por excesso e seus subtipos, e indivíduos
Padrão Face Longa entre os diferentes
grupos sexuais, adotando-se nível de significância
de 5% (p<0,05). Resultados e conclusão:
Em ambos os grupos com comprometimento
vertical das relações faciais e Padrão Face
Longa, houve uma maior prevalência no sexo
masculino. Entretanto, a diferença observada
deve ser analisada reservadamente em face
ao tamanho amostral.
Descritores: Dimorfismo sexual, Padrão Face
Longa, epidemiologia.
Abstract
Objective: To investigate the sexual dimorphism
in the prevalence of individuals with
vertically impaired facial relationships by excess
(according to three levels of severity),
and especially, of individuals with long face
pattern. Methods: The sample consisted of
5020 Brazilian ethnicity subjects: 2480 females
(49.40%) and 2540 males (50.60%),
enrolled in public and private primary schools
(5th to 8th grades) in the city of Bauru, SP,
regardless of age, dentition and race. In the
survey, individuals were classified into three
subtypes according to the severity: mild, moderate
and severe. In the survey of long face
pattern prevalence, only individuals with mo-

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Epidemiologia do Padrão Face Longa em escolares do ensino fundamental do município de Bauru-SP: considerando o dimorfismo sexual."

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close