, ,

Eficácia anestésica da lidocaína a 2% com epinefrina 1:50000 e 1:80000 em molares após um bloqueio mandibular


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 11 – Número 42 – 2020

CADERNO DE IMPLANTODONTIA

Artigo original

Página 58-63
Eficácia anestésica da lidocaína a 2% com epinefrina 1:50000 e 1:80000 em molares após um bloqueio mandibular

Adel Martínez Martínez¹
Giselle Rico-Sanchez²
Hizell Tovar-Ortega²

RESUMO
Material e Métodos: Ensaio clínico randomizado, duplo cego, no qual trinta voluntários com indicação de tratamento endodôntico em molares com polpa vital receberam aleatoriamente 1,8 mL de lidocaína a 2% com epinefrina 1: 50,000 e 1: 80,000 em bloqueio mandibular convencional. O sinal subjetivo e objetivo de dormência dos tecidos moles, o grau (média de palestras em cinco e dez minutos), sucesso da anestesia pulpar (sem resposta à estimulação máxima de 80 μA em duas leituras consecutivas) foi avaliado com um testador eletrônico de polpa. Um teste de frio, período de latência, dor no acesso pulpar e instrumentação de canal avaliada com uma escala analógica verbal (VAS) e a necessidade de anestesia complementar. A análise estatística foi realizada por meio do teste do qui-quadrado e teste de Student. Resultados: As taxas de sucesso anestésico das soluções de lidocaína a 2% contendo 1: 50,000 e 1: 80,000 concentrações de epinefrina foram de 13,71% e 12,5%, e o grau de anestesia pulpar foi maior aos 10 minutos (59 μA e 54,93 μA), respectivamente. Em relação ao teste de dor no frio, à instrumentação da polpa e do canal de acesso à dor, a diferença não foi estatisticamente significativa. Em relação à necessidade de anestesia complementar, 93,33% dos sujeitos do grupo de 1: 50,000 epinefrina não necessitaram, dados estatisticamente significantes. Conclusões: A solução de lidocaína a 2% usada para o BNAI obteve taxas de sucesso semelhantes, quando utilizada com concentração de epinefrina de 1:50,000 ou 1:80,000.

Descritores: Anestesia dentária, anestésicos locais, epinefrina, bloqueio nervoso.

¹ Dentist, Oral Surgeon, Stomatologist, University of Cartagena, Oral Medicine department and Gitouc group – Cartagena – Bolivar – Colômbia.
² Dentist, Endodontist, University of Cartagena, Gitouc group – Cartagena – Bolivar – Colômbia.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Eficácia anestésica da lidocaína a 2% com epinefrina 1:50000 e 1:80000 em molares após um bloqueio mandibular"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close