, ,

Efeitos clínicos e histológicos da toxina botulínica a longo prazo no músculo estriado – revisão sistemática


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 1 – Número 2 – 2020 Revisão de literatura Página 100 Efeitos clínicos e histológicos da toxina botulínica a longo prazo no músculo estriado – revisão sistemática Cesar Augusto Gruendling¹ Carolina Côvolo da-Costa² Eliane Oliveira Serpa² Tiago Augusto Mueller¹ RESUMO A toxina botulínica é uma neurotoxina produzida pela bactéria Clostridium Botulinum com ação parassimpática paralisante no músculo estriado que vem ganhando expressão nos meios terapêuticos e cosméticos há mais de duas décadas. Contudo, poucos estudos clínicos e histológicos estão disponíveis quanto ao seu uso repetitivo na musculatura estriada a longo prazo. O efeito mais conhecido é a atrofia muscular neurogênica, que se manifesta no local da aplicação, em músculos adjacentes e, às vezes, à distância por mecanismo de difusão passiva ainda desconhecido. A eficácia da toxina botulínica em músculos espásmicos nos distúrbios neuromotores tem sido destacada, mas, questões permanecem abertas em relação a aplicações repetitivas, bem como na utilização em procedimentos cosméticos em músculos não patológicos. Este trabalho realizou uma revisão sistemática de literatura sobre achados clínicos e histológicas com ênfase em trabalhos e ensaios que avaliassem o uso repetitivo da toxina botulínica a longo prazo em músculos normais e patológicos. Descritores: Toxinas botulínicas Tipo A, músculo estriado, revisão sistemática. ¹ Prof. curso de Especialização em Ortodontia – Famed/Odontopós. ² Profª. curso de Especialização em Ortodontia – Uningá/Eleva Santa Maria.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Efeitos clínicos e histológicos da toxina botulínica a longo prazo no músculo estriado – revisão sistemática"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close