, ,

Discrepância de tamanho dentário em pacientes ortodônticos


R$56,00

  Perguntas e Respostas
Este estudo teve como objetivo avaliar a prevalência da discrepância de tamanho dentário em uma amostra de pacientes ortodônticos, verificar a prevalência de discrepância severa, determinar a localização do excesso/falta de tamanho dentário nos pacientes com discrepância severa e correlacionar a presença da discrepância de Bolton com o gênero e com as classificações da má oclusão, segundo Angle. Foram avaliados os modelos de pacientes de uma clínica ortodôntica, tratados entre 2001 e 2011. Esses modelos foram classificados quanto à classificação da má oclusão (segundo Angle) e gênero. Foram realizadas mensurações mésio-distais, conforme preconizado por Bolton, utilizando um paquímetro digital. A amostra constituiu-se de 228 pares de modelos (92 masculino e 136 feminino). Quanto à classificação da má oclusão, 140 pacientes eram Classe I, 65 Classe II e 23 Classe III. Não foi observada diferença estatisticamente significante entre as médias das proporções encontradas e os gêneros e classificação da má oclusão, bem como em relação aos parâmetros determinados por Bolton. Também não houve diferença estatisticamente significante quanto à prevalência da discrepância dentária nas classificações da má oclusão. Conclui-se que a prevalência de discrepância dentária anterior foi de 51,75% e o total foi de 40,35%; a prevalência de discrepância dentária anterior clinicamente significativa foi de 22,36% e o total de 10,96%; a localização mais frequente do excesso/falta em relação à discrepância total foi na arcada superior e quanto ao segmento anterior na arcada inferior e não houve correlação estatisticamente significativa quanto à prevalência de discrepância entre os gêneros e classificação da má oclusão.
Descritores: Má oclusão, Ortodontia, anormalidades dentárias.
Abstract
This study aimed to assess the prevalence of tooth-size discrepancy in a group of orthodontic patients of a private dental clinic, investigate the prevalence of clinically significant discrepancy, determine the location of the tooth size excess, and correlate the prevalence of Bolton’s discrepancy with gender and with the malocclusion groups. We evaluated the models of patients treated between 2001 and 2011. The study casts were classified according to malocclusion diagnosis and according to gender of patients. Mesiodistal width of all permanent teeth were measured, from first left molar to first right molar, in both arches, as recommended by Bolton, to obtain the anterior and overall Bolton ratios. It was used a digital caliper. Among 671 analyzed models, 228 were included, among which 92 were males and 136 females. Hundred and forty patients were Angle’s Class I, 65 Angle’s Class II, and 23 Angle’s Class III. The overall and anterior ratios demonstrated no significant differences between genders. No significant differences were found among the means obtained for each malocclusion group, and in relation to the parameters determined by Bolton. There was also no statistically significant difference in the prevalence of tooth-size discrepancies in the three Classes of malocclusion. It was concluded that the prevalence of anterior tooth-size discrepancies was 51.75%  and overall tooth-size discrepancies was 40.35%; the prevalence of clinically significant discrepancy was 22.36%, for the anterior segment, and 10.96% for overall segment; and there was no statistically significant relation between discrepancy and genders or malocclusion groups.
Descriptors: Malocclusion, Orthodontics, dental abnormalities.
1 Mestre em Ortodontia, Especialista em Bioética, Professor do Departamento de Patologia e Clínica Odontológica – UFPI.
2 Cirurgião-dentista – UFPI.
3 Especialista em Ortodontia, Mestre e Doutora em Patologia Bucal, Professora do Departamento de Patologia e Clínica Odontológica – UFPI.
4 Mestre e Doutor em Ortodontia, Professor do Departamento de Patologia e Clínica Odontológica – UFPI.
5 Mestre em Odontopediatria, Doutora em Ciências da Saúde, Professora do Departamento de Patologia e Clínica Odontológica – UFPI.
Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Discrepância de tamanho dentário em pacientes ortodônticos"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close