, ,

Comparação da resistência ao cisalhamento após colagem com dois cimentos ortodônticos – estudo in vitro


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 13 – Número 52 – 2020

Artigo Original

Página 96-101
Comparação da resistência ao cisalhamento após colagem com dois cimentos ortodônticos – estudo in vitro

Kalena de Melo Maranhão Pereira1
Fernanda Neves Borges de Oliveira1
Clayton Pereira Silva de Lima2
Joyce Figueira de Araújo Gatti3
Ana Cássia de Souza Reis4

Resumo
O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência ao cisalhamento de bandas ortodônticas cimentadas com um novo compósito Orthobite, comparando-as ao cimento ionômero de vidro convencional em esmalte bovino e analisar o Índice de Remanescente Adesivo (IRA). A amostra consistiu de 30 dentes bovinos divididos em 2 grupos: Grupo I – Orthobite (FGM) e Grupo II – CIV MERON (VOCO). Foi realizada profilaxia com pedra-pomes e água, seguida da cimentação conforme instruções dos fabricantes. Logo após, os mesmos foram submetidos ao ensaio de cisalhamento com velocidade de 0,5 mm/minutos. Os dados foram submetidos aos testes de T Student e Kruskal-Wallis. Foram encontradas diferenças estatísticas significantes entre os grupos, tanto nos valores de resistência ao cisalhamento (p>0,05), quanto na avaliação do IRA (p>0,05). O cimento Orthobite mostrou-se estatisticamente superior ao MERON, ou seja, apresentou um melhor vedamento das margens e uma maior resistência ao deslocamento, dessa forma essa união estável entre o dente e a banda é fundamental para o sucesso do tratamento ortodôntico.

Descritores: Cimento ionômero de vidro, resistência ao cisalhamento, Ortodontia.

1 Me. em Odontologia, Dr. em Ortodontia – ESAMAZ.
2 Me em Genética, Pesquisador no Instituto Evandro Chagas (IEC) – Ananindeua-PA.
3 Me, Dr. em Odontologia – ESAMAZ.
4 Me. em Odontologia, Estudante de Pós-Graduação – ESAMAZ.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Comparação da resistência ao cisalhamento após colagem com dois cimentos ortodônticos – estudo in vitro"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close