, ,

Coluna marketing- Influenciadores digitais


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 12 – Número 46 – 2021 GESTÃO DE MARKETING Página 7 Influenciadores digitais Prof. Dr. Sandro Henrique Batista Santos sandrohbs@prof.unipar.br • Especialista em Ortodontia – Uningá/PR; • Mestre em Odontologia / Ortodontia – Uningá/PR; • Doutor em Odontologia / Materiais Dentários – UFPel/RS; • Coordenador Especialização Ortodontia – BIONEP/PR; • Professor Ortodontia – UNIPAR/PR e BIONEP/PR; • Gestor Clínica Ideal Odontologia Pelotas/RS; • Ministrador Ortodontia e Gestão de Negócios em Odontologia; • 15 anos de experiência em Odontologia. Olá amigos, Quando você lê esse título, qual ou quais pessoas vêm a sua mente? Você se depara com qual frequência refletindo sobre informações ou até mesmo dicas clínicas que observou em alguma rede social ou mídia digital? Pois é, estamos na era do marketing de influência, na era que a internet deu voz para todos e um alcance ilimitado para qualquer tipo de informação, seja ela relevante ou não. Para alguns produtos ou serviços, essa linha de marketing já pode ser considerado a maneira mais efetiva de otimizar as vendas e fortalecer uma marca. O marketing de influência não é nenhuma novidade, já que as marcas e empresas contratam “garotos propaganda” há muito tempo, porém, essa abordagem também acabou passando por inúmeras mudanças ao longo dos anos. Hoje percebemos que as mudanças mais significativas são decorrentes da internet e principalmente das redes sociais, assim dando origem aos influenciadores digitais. Por definição, são pessoas ou personagens que de alguma forma conseguem influenciar um grupo significante de indivíduos e se tornam referência em determinada área ou assunto. É comprovado que influenciadores digitais interferem de forma direta na decisão de compra de determinados produtos e serviços, atuando tanto em causa própria ou como garoto(a) propaganda direcionado para o grupo de pessoas que o(a) mesmo(a) têm contato ou que o procuram, neste caso para os seus “seguidores”. Em uma breve reflexão, podemos pensar, todos temos acesso às mídias digitais e as redes sociais, sendo assim, todos nós podemos ser ou nos tornarmos influenciadores digitais e usar isso a nosso favor, isto seria extremamente positivo. Certo? Mas, na carona desse fenômeno, percebemos diversas pessoas atirando para todos os lados, se intitulando influenciadores, porém, sem conteúdo definido ou conhecimento mais aprofundado em área alguma técnica. Alguns sites, perfis ou ditos “influenciadores” chegam a apelar com mensagens de “receitas milionárias”, dicas clínicas que irão fazer você “dobrar o faturamento” do consultório e até mesmo receitas rápidas para torná-lo um influenciador reconhecido, mas, na sequência, te vendem um curso ou um produto. Talvez a principal dica desse texto, não existe milagre e muito menos um caminho fácil. Mas como qualquer atividade comercial, o planejamento é de extrema importância, e logo nos primeiros passos você deve definir e identificar quem é o seu público alvo e o que você está tentando vender. Não menos relevante, identifique as suas qualidades e pontos fortes. Talvez você não se torne um grande influenciador digital, mas pode pensar em seu mercado de atuação. Se você quer se tornar um influenciador frente aos outros colegas de profissão, se tornar um professor na era digital, se prepare antes, estude, se dedique, busque referências, esteja embasado cientificamente de forma sólida e principalmente mostre conteúdo relevante. Se o seu foco for aumentar a clientela do consultório, também esteja preparado e altamente qualificado no que se propõem a fazer, tente expor de forma natural o dia a dia da sua rotina profissional e evite misturar e expor de forma exagerada sua vida pessoal. Mais uma dica, a principal característica em comum dos principais influenciadores na atualidade é a autenticidade. Seja você da maneira mais natural possível. Uma reflexão interessante, estamos na era de diversos influenciadores que não chegaram a passar pelo degrau de influenciados ou sequer se qualificaram para isso. Talvez para nossa profissão pensando na parte técnica, essa reflexão seja importante principalmente para conseguirmos filtrar qual informação consumir, quem ouvir e principalmente o que aceitar. As pessoas são livres para escreverem e falarem o que querem, porém somos nós que escolhemos o que lemos ou ouvimos, analisamos as informações e acreditamos no que desejamos acreditar. Um forte abraço a todos, fiquem com Deus. Até a próxima. DOI: 10.24077/2021;1246-GM7

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Coluna marketing- Influenciadores digitais"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close