, ,

Biomecânica no tratamento da transposição de canino superior: relato de caso.


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Resumo
A transposição dentária constitui uma rara anomalia de desenvolvimento, sendo considerada como um
tipo de irrupção ectópica no qual dois dentes permanentes trocam de posição no arco. Pode afetar ambos
os gêneros, sendo mais encontrada no feminino. É mais comum de ocorrer na maxila que na mandíbula.
Essa má oclusão parece estar relacionada quase sempre ao canino e a um dente adjacente, sendo
que na maioria das vezes, ocorre entre canino e primeiro pré-molar superior. O tratamento depende de
como o caso se apresenta e o ortodontista pode optar pelo posicionamento dos elementos dentários na
região da transposição, pela extração de um dente transposto ou ainda, o alinhamento ortodôntico para
suas reais posições no arco dentário. Apesar dos riscos do tratamento, a transposição pode ser corrigida
com sucesso, desde que se leve em consideração o limite fisiológico das estruturas periodontais e das
reabsorções radiculares para que o tratamento planejado possa ser revertido em melhor ganho estético
e funcional ao paciente. Em função da baixa casuística de casos tratados na literatura, o objetivo do
presente trabalho foi apresentar um caso clínico de transposição dentária entre o canino e o primeiro
pré-molar superior do lado direito, onde os elementos dentários foram alinhados e nivelados em suas
corretas posições. Ilustrou-se a aplicação de uma mecânica com recursos auxiliares da biomecânica, onde
pode-se conseguir maior previsibilidade durante o tratamento desta difícil e complexa má oclusão.
Descritores: Transposição dentária, irrupção ectópica, biomecânica.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Biomecânica no tratamento da transposição de canino superior: relato de caso."

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close