, ,

Avaliação tomográfica do impacto da expansão rápida da maxila nas dimensões faciais


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 11 – Número 43 – 2018 Artigo Original | Original article Página 48-57 Avaliação tomográfica do impacto da expansão rápida da maxila nas dimensões faciais Tomography evaluation of the impact of the rapid maxillary expansion on facial dimensions Fabiana Souza Cavagnini Gomes1 Mário Cappellette Júnior2 Lúcia Hatsue Yamamoto Nagai3 Oswaldo Laércio Mendonça Cruz4 Resumo O objetivo foi avaliar, através da tomografia computadorizada cone beam (TCCB), as mudanças lineares ocorridas na altura e largura faciais pós-expansão rápida da maxila (ERM) em crianças respiradoras bucais. Foram selecionados 30 pacientes para o procedimento de ERM, portadores de constrição maxilar, sendo 13 meninas (43,3%) com média de idade de 10,2 anos, variando entre 8 a 12 anos e desvio padrão de 1,7 anos, e 17 meninos (56,7%) com média de idade de 9,8 anos, variando entre 7 e 12 anos e desvio padrão de 1,8 anos. Inicialmente ao procedimento ERM e 03 meses pós-finalização, os pacientes foram submetidos ao exame de TCCB para obtenção das medidas de altura e largura faciais por meio do programa de imagens Implantviewer®. Ocorreu um aumento significativo nas medidas de altura e largura faciais, sendo que a média da altura facial pré e pós-procedimento foram 119,92 mm e 122,54 mm, respectivamente. Em relação à largura facial, a média foi de 112,15 mm pré-ERM e 114,25 mm pós-ERM. Descritores: Tomografia, Ortodontia, técnica de expansão palatina. Abstract The objective was to evaluate by cone-beam computed tomography (CBCT), the linear changes occurred at height and facial width after rapid maxillary expansion (RME) in mouth breathing children. The sample consisted of 30 patients (13 female and 17 male) for the RME procedure, a mean age of 10.2 years, ranging from 8 to 12 years and standard deviation of 1.7 years for female (43.3%), and mean of 9.8 years, ranging from 7 to 12 years and standard deviation of 1.8 years for male (56.7%). CBCT images were taken at T1 (before RME) and T2 (3 months after the completion of maxillary expansion activation) as part of clinical records. Facial height and width measurements were evaluated using Implantviewer® software. Significant increase in the measures of facial height and width, and the mean amount of the pre and post facial height were 119.92 mm and 122.54 mm, respectively. Regarding facial width, the mean was of 112.15 mm (pre ERM) and 114.25 mm (post ERM). Descriptors: Tomography, Orthodontics, palatal expansion technique. 1 Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial, Mestre em Ciências – UNIFESP, Ortodontista do Centro do Respirador Bucal da Disciplina de Otorrinolaringologia Pediátrica – UNIFESP. 2 Pós-doutorado – UNIFESP, Coordenador. 3 Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial – ABO, Ortodontista do Centro do Respirador Bucal da Disciplina de Otorrinolaringologia Pediátrica – UNIFESP. 4 Livre Docente, Professor Associado do Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço – UNIFESP.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Avaliação tomográfica do impacto da expansão rápida da maxila nas dimensões faciais"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close