, ,

Avaliação da tensão provocada no ligamento periodontal durante o movimento de verticalização de molares inferiores pelo método dos elementos finitos 3D


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Vol. 11 – Número 43 – 2018 Artigo Original | Original article Página 60-70 Avaliação da tensão provocada no ligamento periodontal durante o movimento de verticalização de molares inferiores pelo método dos elementos finitos 3D Evaluation of tension caused by periodontal ligament during mandibular second molars uprighting by 3D finite elements method Rômulo D’Avila Pedrini1 Guaracy Fonseca Júnior2 Ney Lima Neto Tavares2 Giovani Mello3 Flávio Atsushi Takamatsu4 Rui Barbosa de Brito Junior5 Resumo A necessidade de tratamento ortodôntico está cada vez maior em pacientes adultos que procuram por reabilitação protética, pois muitos necessitam a verticalização de molares inferiores. Objetivou-se avaliar a máxima tensão provocada no ligamento periodontal por diferentes tamanhos de raízes durante o movimento de verticalização de segundos molares inferiores pelo método dos elementos finitos em 3 dimensões. Foram utilizados três modelos virtuais. Foi confeccionado um modelo de dente com dimensão total de 19,64 mm, sendo 11,41 mm de raiz (raiz média). Desta raiz, foi acrescido 2 mm em um modelo (raiz longa) e retirado 2 mm de outro (raiz curta). Dentre os critérios de interpretação, foi utilizado o proposto por von Mises (máxima energia de distorção). Avaliando a tensão na região da furca, observou-se maior tensão no dente com raiz média (0,026 MPa), assim como aconteceu na região cervical mesial (0,036 MPa). Na região cervical distal a raiz curta teve comportamento inverso ao seu comprimento, sendo o maior valor de tensão 0,023 MPa. Na região apical mesial, o dente com raiz curta obteve o maior valor (0,012 MPa), assim como aconteceu na região apical distal (0,016 MPa). Concluiu-se que na região cervical mesial, obteve-se a maior tensão e no ápice mesial a menor tensão dos 3 tamanhos radiculares comparados com as outras áreas do ligamento periodontal. A maior variação de tensão máxima ocorreu na região apical, principalmente na região mesial. O dente com tamanho radicular curto foi o que sofreu maior tensão em ambas as regiões de ápice. Descritores: Ortodontia, análise de elementos finitos, movimentação dentária. Abstract The need for orthodontic treatment is increasing in adults looking for prosthetic rehabilitation because many need molar uprighting. The aim of this study was evaluate the maximum tension caused in the periodontal ligament by different sizes of roots during mandibular second molars uprighting by the finite element method in three dimensions. Three virtual models were used. A tooth model was made with the total size of 19.64 mm, being 11.41 mm root (medium root). This root was plus 2 mm in a model (long root) and removed 2 mm of other (short root). Among the criteria of interpretation, it was used the proposed by von Mises (maximum distortion energy). Evaluating the tension in furcation region, the highest tension value was in the tooth with medium root (0.026 MPa) as well as occurred in the mesial cervical region (0.036 MPa). At the distal cervical region, the short root had an opposite behavior to its length, being the highest tension value (0.023 MPa). In mesial apical region, the tooth with short root had the highest value (0.012 MPa) as well as occurred in the distal apical region (0.016 MPa). It was concluded that the mesial cervical region obtained the highest tension and in the mesial apical region the lowest tension of the 3 sizes of root comparing to the other areas of the periodontal ligament. Most maximum tension variation occurred in the apical region, especially at the mesial region. The tooth with short root size has suffered the greatest tension in both apical regions. Descriptors: Orthodontics, finite element analysis, tooth movement. 1 Mestre em Ortodontia – São Leopoldo Mandic/SP, Professor de Graduação (Oclusão e Ortodontia) e Pós-Graduação (Ortodontia) – Faculdade Avantis – Balneário Camboriú/SC. 2 Mestre em Ortodontia – São Leopoldo Mandic/SP. 3 Mestre em Ortodontia – São Leopoldo Mandic/SP, Professor de Graduação (Anatomia e Ortodontia) e Pós-Graduação (Ortodontia) – Faculdade Avantis – Balneário Camboriú/SC. 4 Mestre em Prótese Dentária – São Leopoldo Mandic/SP. 5 Professor Doutor – Faculdade São Leopoldo Mandic, Doutor e Mestre em Biologia Patologia Buco Dental – UNICAMP/SP.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Avaliação da tensão provocada no ligamento periodontal durante o movimento de verticalização de molares inferiores pelo método dos elementos finitos 3D"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close