, ,

Avaliação da concordância inicial do uso de aparelhos utilizados na terapia dos distúrbios respiratórios do sono


R$56,00

  Perguntas e Respostas

Aparelhos de avanço mandibular são considerados efetivos para o tratamento da Síndrome da
Apneia Obstrutiva do Sono, e seu uso pode ser descontinuado mediante a persistência de efeitos
colaterais relatados após as primeiras noites. O objetivo desse estudo foi analisar a tolerância inicial
ao tratamento com um aparelho-teste que existe em versões comparativas (A-TEST). Após
diagnóstico médico, foram encaminhados para tratamento com aparelhos orais 75 pacientes roncadores
e/ou apneicos, com idade média de 50,1 (±11,3) anos. Todos os voluntários receberam o
A-TEST em modelos supostamente mais indicados à situação clínica de cada indivíduo (Grupo 1
– duas peças / n=62; Grupo 2: monobloco / n=13). Num prazo de 14 dias pós-instalação, todos os
pacientes responderam a um questionário de primeiras impressões. A avaliação dos relatos, em
função do tipo de aparelho, foi realizada pelo teste Exato de Fisher/Qui-Quadrado, após análise
de Tabelas de distribuição de frequências. Em ambos os grupos, as impressões pessoais quanto
aos efeitos adversos iniciais foram semelhantes (p>0,05), contudo 30,8% (n=4) dos voluntários
do grupo 2 e apenas 8,1% (n=5) do grupo 1 queixaram-se de dor na gengiva e/ou mucosas (teste
Exato de Fisher, p=0,0431). O desconforto dentário foi relevante na amostra, independentemente
do tipo de dispositivo testado. Os aparelhos avaliados apresentaram aceitação semelhante, com
menor tolerância aos monoblocos que se estendem por gengiva ou mucosas.

Categorias: , ,

Com base em 0 avaliações

0.0 geral
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar "Avaliação da concordância inicial do uso de aparelhos utilizados na terapia dos distúrbios respiratórios do sono"

Ainda não há avaliações.

Informações Gerais

Não há perguntas ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close